O Mito:

PESSOAS PREFEREM A COMUNICAÇÃO DIGITAL

O Fato:

MUITOS CONSUMIDORES VALORIZAM A COMUNICAÇÃO IMPRESSA

paperlap

Pessoas preferem a comunicação digital

Muitas organizações, bancos, serviços públicos, empresas de telecomunicações e órgãos governamentais estão, atualmente, cada vez mais se mudando para o meio digital ou cobrando tarifas caso os consumidores desejem receber comunicação impressa.

A mudança para comunicação digital nem sempre é bem-vinda pelos consumidores.

“84% dos consumidores não gostam quando as empresas privam-lhes o direito de escolherem a maneira como serão comunicados.”
Keep Me Posted UK, Opinium, 2013

 

Em uma recente pesquisa nos EUA, 90,4% dos entrevistados acreditam que as empresas que enviam contas, declarações e documentos informativos, como procurações ou declarações particulares devem ser obrigadas, se necessário, a permitir que os clientes continuem recebendo esses documentos em formato impresso sem custo adicional, sem perda de desconto ou outra penalidade.

87% dos consumidores concordam que os principais motivos pelos quais as empresas querem mudar para envio eletrônico é economizar dinheiro, e não ser  ecologicamente correto.

Keep Me Posted UK, Opinium, 2013

 

Descobertas independentes da Opinium Research do Reino Unido revelam que muitas vezes os membros mais vulneráveis da sociedade são os mais dependentes de serviços de correio tradicional e comercial. A mudança para uma sociedade somente online pode deixar os idosos, deficientes, moradores de áreas rurais e os de baixa renda excluídos.

98 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, colocando o país em quinto lugar em número de usuários de internet, atrás da China, dos Estados Unidos, da Índia e do Japão.
“Relatório sobre o Desenvolvimento Mundial 2016: Dividendos Digitais”, do Banco Mundial.

 

  • 58% dos consumidores preferem manter documentos importantes impressos (63% das pessoas com 18-24 anos de idade)
  • 80% dos consumidores preferem ler a partir do papel a ler a partir do monitor (83%das pessoas com 18-24 anos de idade)
  • 74% acreditam que o papel é mais agradável de se manusear do que outros meios
  • 54% concordam que registros impressos são mais sustentáveis.
  • 68% compreendem que a Mídia Impressa baseia-se em uma fonte renovável.
  • 48% acreditam que as contas recebidas via correios oferecem mais segurança
Two Sides e Toluna, 2013
 
 
89% dos consumidores desejam conseguir mudar entre o formato de papel e o meio online sem dificuldades e custos.
 
É importante para os formuladores de políticas reconhecerem que as informações impressas são preferidas por muitos consumidores e, frequentemente, recebem mais atenção. Os consumidores desejam manter a flexibilidade das comunicações eletrônicas e via correio.
 
71% dos consumidores compreendem que o papel é um produto renovável e reciclável que, se produzido e consumido de maneira responsável, pode ser uma forma sustentável de se comunicar.
Two Sides e Toluna, 2013

Na realidade, vivemos em um mundo cada vez mais digital onde a comunicação eletrônica e impressa coexistem e, muitas vezes, são complementares. As estratégias de comunicação não só devem ser rentáveis, como também devem reconhecer a escolha do cidadão. Há muitos benefícios tangíveis que a documentação impressa pode trazer, e a sua preferência como um meio de comunicação por muitos consumidores deve estar na vanguarda de qualquer planejamento digital.