O Mito:

A PRODUÇÃO DE PAPEL UTILIZA MUITA ENERGIA NÃO RENOVÁVEL E POSSUI UMA ALTA EMISSÃO DE CARBONO

O Fato:

A MAIOR PARTE DA ENERGIA UTILIZADA É RENOVÁVEL 

Two Sides Light Bulb

A produção de papel utiliza muita energia não renovável e possui uma alta emissão de carbono

COM 1,1% DAS EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA, A CADEIA DE VALOR DE CELULOSE, PAPEL E IMPRESSÃO É UMA DAS EMISSORAS INDUSTRIAIS MAIS BAIXAS.

Ecofys, 2013

 

No Brasil, cerca de 85% da matriz energética do setor de celulose e papel têm origem em fontes renováveis, como a biomassa e outros subprodutos.
Relatório Anual Ibá, 2016

 

Há fábricas de celulose brasileiras que têm um excedente de produção de energia o qual é disponibilizado na rede para consumo. “22% foi a redução das emissões de CO² equivalente ao setor de celulose e papel entre 2005 e 2013.”
CEPI Key Statistics, 2014


“Após determinada idade, o volume de CO2 capturado pelas árvores tende a se estabilizar. Como o setor de celulose e papel consegue colher árvores em sete anos, podemos dizer que as florestas plantadas absorvem CO2 da atmosfera em sua potencialidade máxima.”
Ibá - Indústria Brasileira de Árvores 2016/2017


No cultivo das árvores para fins industriais, o ciclo de absorção de CO² nunca é interrompido, pois, assim que uma árvore é colhida outra é plantada no mesmo lugar.
Ibá - Indústria Brasileira de Árvores 2016/2017


“Ler um jornal pode consumir 20% menos carbono do que ver as notícias online.”

Instituto Sueco Real para Tecnologia, Moberg et al, 2007

 

O setor de celulose, papel e comunicação impressa é um dos menores emissores de gás de efeito estufa no planeta. 
Emissões de gás de efeito estufa em 2013. 

 

  • Química e Petroquímica - 4,3%
  • Ferro e Aço - 4,8%
  • Metais Não-Ferrosos - 6,0%
  • Outras indústrias - 10,5%                      
  • Alimentos e Tabaco - 1,1%
  • Celulose, Papel e Impressão - 1,0%
Ecofys, 2013

 

Em um mundo multimídia, o papel e a comunicação impressa de fontes responsáveis podem ser a forma mais sustentável de se comunicar.

  • Realizar cem buscas no Google emite 20g de CO2 equivalente a passar uma camisa a ferro.5
  • O consumo médio de energia no nível de um típico usuário do Google é cerca de 180 watts/hora por mês, ou o equivalente a ligar uma lâmpada de 60 watts por três horas.5
  • O descarte de dispositivos eletrônicos cresce rapidamente e esses resíduos podem ser tóxicos.

(5) Hawkins Wright, 2013